23 de jan de 2010

O casal do Rio Grande do Norte Laércio e Litárcia vinham passando de carro pela Rua Coronel Alexanzito e não resistiram em seguir o bloco que se dirigia para a praça da Coluna. Não há como ficar parado ao som das tradicionais marchinhas carnavalescas, disse Laércio (Agente de Turismo da cidade de Parnamirim-RN).

Um comentário:

Lita disse...

Se você fosse sincera, ô ô ô ô Aurora...
Quando eu era criança e ainda não entendia bem o carnaval, ouvia através das ondas do rádio as marchinhas de carnaval. Meus irmão mais velhos compravam-nos umas garrafinhas de plástico chamadas lanças e a brincadeira era enchê-las de água e esguinchar em passasse em frente a nossa casa. De vez enquando ouvíamos o grito: "Olha o papangu!" nòs corríamos pra dentro de casa com medo.